domingo, 1 de setembro de 2013

Colher e armazenar plantas

       Olá!
     

        No campo, apesar de o tempo ser gratuito, há dias bem produtivos. Hoje falo de colher e armazenar plantas. Nas sociedades industrializadas em que vivemos, o consumo de plantas está a anos luz daquele que era efectuado pelos nossos antepassados, no entanto, julgo que há cada vez mais pessoas a cultivar as suas plantas, frutos e  legumes que utilizam na sua alimentação. Tenho mesmo para mim que nunca desde o tempo das nossos avós, a horticultura se tornou tão popular! O desejo de viver da forma mais saudável possível, e o termos a certeza daquilo que comemos faz com que os hábitos se vão alterando.
      Em Julho, fiz neste blogue uma publicação sobre a minha horta e hoje mostro-vos algumas das minhas colheitas. "Fresco, sazonal e caseiro" é hoje  para mim uma espécie de mantra.  

        Fique para ver algumas das minhas plantas e a forma como as armazeno depois de secas.




               Agosto foi o verdadeiro mês da abundância, e a palavra de ordem foi "colher" tudo aquilo que foi semeado e tratado ao longo da Primavera e inicio do Verão. Por aqui há uma tarefa rotineira que sempre levo a cabo no inicio do mês de Agosto, apanhar louro,



             colher a erva cidreira,



           e    colher o limonete, ou lúcia-lima.



               Depois, enquanto vou de férias, é a altura ideal para estas plantas ficarem a secar. Espalho-as num local fresco e arejado e sem luz directa do sol, para que sequem naturalmente em ambiente bastante seco. Tenho por hábito colocar a secar bastantes quantidades destas plantas, e quando regresso de férias, é altura de as armazenar!  Em saquinhos devidamente identificados....





                Alguns destes saquinhos ficam depois a aguardar a altura do Natal, para fazerem parte dos pequenos cabazes que tenho por hábito fazer, e que também incluem compotas, biscoitos, bombons de chocolate e brigadeiros, feitos por mim. Com um "ingrediente quase secreto : muita alegria por saber que quem os recebe quer sempre mais!



               As plantas que se destinam ao nosso consumo, são guardadas em recipientes herméticos e ao abrigo da luz- por norma são colocadas borrachas vedantes nas tampas dos frascos, a fim de melhor as conservar.



             As que se destinam a oferecer, ficam dentro destes saquinhos, em cestos colocados em locais secos, arejados e ao abrigo da luz solar directa.


               Bom, e uma das minhas manias, é que gosto de frascos enormes, em vez de encher e atafulhar a cozinha com dezenas de frasquinhos e caixinhas minúsculas que me provocam sempre aquela sensação de "horror ao vazio" da qual não gosto!



           Uma mania que fui adquirindo ao longo dos anos, é que é sempre melhor oferecer coisas consumíveis, algo que as pessoas normalmente gostem, e que é tão fácil escolher e até economicamente mais acessível : chás, chocolates, sabonetes, compotas, um bolo... a lista é infindável! E se forem feitos por nós... maravilhoso!



                  Erva cidreira, de nome cientifico Melissa oficinalis, também conhecida como citronete ou apenas cidreira.



             Louro, para estar sempre à mão nos meus temperos.



              Limonete ou lucia lima e cidreira....






       Setembro assinala a chegada do Outono. Nesta altura as primeiras colheitas chegam ao fim. Se tem horta, vá se despedindo do feijão verde, pimentos, tomates, curgetes e pepinos... É tempo de plantar e semear cebolas e outras verduras. Vá cuidando da sua horta.Tenha uma vida mais saudável!


                           Bem hajam! Um abraço especial a todos os que vão passando por aqui...




32 comentários:

  1. Mmmmm,desde aquí percibimos el aroma de tus plantas aromáticas,una delicia.Las botellas y bolsitas te quedaron genial.
    Y las piedras son preciosas!!
    Un abrazo

    ResponderEliminar
  2. Olá, passei a ser sua seguidora sem sequer pedir autorização. Foi por impulso, pois nem sei como vim aqui parar e logo fiquei encantada com a sua escrita e os temas que aborda. Também tenho uma mini horta de varanda e já recolhi cidreira e lucia lima. Adorei esses frascos grandes. Beijinho da Lisete

    ResponderEliminar
  3. Oi, Manuela, uma excelente mania! As pessoas têm sim mudado o hábito em relação às plantas, tenho percebido um resgate aos hábitos passados, embora as moradias de hoje em dia não colaborem muito com jardins e hortas. Beijo e um excelente setembro pra vc!

    ResponderEliminar
  4. Ai que maravilha! E eu para aqui sem uma folhinha de louro, nunca me aconteceu! Já pedi a uma vizinha, mas ainda está muito verde...
    Chá de lúcia lima é um dos preferidos cá em casa, costumo ter sempre. Mas esses pacotinhos são também um óptimo presente, ou parte interessante de um cabaz!

    Beijinhos e boas colheitas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlinha, ainda bem que gostou! Assim que tiver disponibilidade peço a um pombo correio que lhe faça chegar o meu louro... Um xi-coração para si!

      Eliminar
  5. Manuela ,adorei essa dos tesourinhos deprimentes :P
    Eu tambem deste lado apesar de não ter uma horta ,vou á "fazenda" todas as sextas .
    A bem dizer ao mercado dos lavradores e lá encanto me com tudo o que a terra dá .
    Gosto muito de presentes caseiros e no Natal ou quando quero fazer um miminho , ofereço sempre alguma coisa caseira.
    Sou adepta dos licores e das compotas
    Cá em casa anda a macerar o licor de tomate ingles,este é para o Natal.
    Já congeli os maracujás que estavam a bom preço e agora so faltam as amoras.....
    adorei o post e esses saquinhos estão o máximo
    bj e boa semana
    Lulu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está a ver como temos os mesmos gostos?! Boa semana para si!

      Eliminar
  6. Oi Manuela,
    Que delícia que deve ser a vida no campo!
    Eu adoro plantar e colher, mesmo que quase nunca faça isso.
    Beijos

    ResponderEliminar
  7. Olá manuela!
    Adorei tudo, e que trabalheira, mas vale a pena e de certeza que são momentos bem passados em família, em que todos colaboram. Também gosto muito de dar e receber presentes consumiveis. Se feitos em casa, mais valor têm, sem dúvida!
    Os frascos king size, são lindos, e os saquinhos para presentar estão um mimo. Bjs e parabéns a todos que colaboraram na colheita, secagem e armazenagem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então vou transmitir o seu recado à minha gente! Boa semana para si!

      Eliminar
  8. Hola Manuela que suerte tener una huerta en casa , .. me gusta mucho también dar a mis amigos presentes comestibles.. que tenga una optima semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Angélica! Uma boa semana também para si!

      Eliminar
  9. Olá Manuela,

    Gostei imenso deste post.
    Tanto trabalho mas com tanto prazer. Também gosto de dar presentes caseiros e as ervas aromáticas são uma excelente escolha.
    Gostei muito, muito dos seus frascos, fizeram-me lembrar a casa da minha avó materna.

    Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? A sua avó era de certeza uma pessoa cheia de "manias" e bom gosto! Muito obrigada, e boa semana para si!

      Eliminar
  10. Olá. Adorei a cesta com os lindos sacos. beijos para todos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já asbes que alguns são para ti!! Xi-coração para ti.

      Eliminar
  11. Olá! Gostei de passar por aqui... e estou seguindo...parabéns pelo blog!

    ResponderEliminar
  12. Que giro! Depois de um tempinho sem passar por aqui, dou de caras com o que me anda a "bater". Para além do campo e de tudo o que ele evoca e que a Manuela tanto por aqui partilha, no que me revi neste post foi na erva cidreira! Comprei esta semana para plantar na minha varanda. Este ano a "jardinagem/agricultura" na varanda não correu muito bem. Nada produziu e quase tudo murchou. E não foi por falta de água. Bom, em vez de desanimar, plantei a erva cidreira que fica ali tão bem, de folha gorducha e cheiro fantástico. Veio trazer novo ânimo. E se este ano não deu, e enquanto me tenho de ficar pelos vasos mesmo, vou tentando conhecer a terra, as plantas, o que se dá aqui e o que não se dá, o que posso multiplicar por estacas, sementes ou raízes e a verdade é que, a par do tanto que murchou, há plantas novas que se estão a adaptar e a encher a floreira de amarelo e lilás. Tão bonito... Xiii, já vou longa. Mas não resisti a partilhar o que me vai no coração. Beijo e boas colheitas para consumo prazeroso e prendas emocionantes.

    ResponderEliminar
  13. Que comentário delicioso! Gosto quando as pessoas se identificam com os meus posts! Este ano foi mau para as colheitas mas espero que a Margarida tenha sorte com as suas... um abraço para si e venha sempre dar uma espreitadela!

    ResponderEliminar
  14. amo las aromáticas . te conocí gracias al premio de las chicas de decosur66 realmente muy bueno tu blog, me quedo por aqui. saludos

    ResponderEliminar
  15. E que belíssimos cabazes deve fazer a Manuela :))
    Concordo plenamente consigo, em vez de gastar dinheiro numa coisa que nos deixa na dúvida se a pessoa vai gostar ou não, nada melhor que um presente perfumado e ao mesmo tempo consumível.
    Um chá cai sempre bem ;)

    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  16. Talvez não vás acreditar...mas tenho o louro, o limonte, a erva cidreira, a lúcia lima e outros (que colho na casa dos meus sogros) guardados em frasco de vidro iguais aos teus :)))
    Só não tenho por hábito fazer esses saquinhos bonitos para as visitas; quando querem ofereço-as nos frasquinhos mesmo (nuns iguais mas em pequenito)
    Great minds think alike :)))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sério?! Ok! Great minds think alike:)) É por isso que também gosto de passar pelo teu blog...

      Eliminar