quinta-feira, 13 de julho de 2017

"Diz-me com quem andas e dir-te-ei quem és. Saiba eu com que te ocupas e saberei no que te poderás tornar"- Johann Wolfgang,





     E quando os amigos dos nossos filhos  resolvem acampar cá em casa?!
 Chegaram com vontade de aproveitar tudo o que a Natureza tem para lhes oferecer, e sem mais, instalaram-se por ali e por acolá, com toda a energia própria dos adolescentes. Foi um tal montar de tendas, com tamanha animação que até o Cem Manias teve de registar alguns desses momentos!
Estas relações de afecto, que o meu filho mais novo desenvolve com estes amigos constituem algo de muito especial. Ao mesmo tempo que permitem que todos eles desenvolvam características pessoais para a vida adulta, também irão interferir certamente no processo de escolhas que a vida lhes vai impor. Estes amiguinhos, desempenham na vida do meu filho um papel complementar ao da própria família, ajudam no seu desenvolvimento, e fico tão feliz por isso! Tenho para mim que estas relações de amizade durante a infância e adolescência são importantes sinalizadores de um ajustamento bem-sucedido na vida adulta. E já agora, se eu pudesse escolher os amigos do meu filho, escolheria estes sem dúvida! Numa época em que as amizades entre os jovens  tendem a ser mais virtuais do que "de carne e osso", que sorte que o meu filho tem em ter amigos que gostam de acampar cá em casa!

     Chegaram com as malas dos carros cheias, e com aquele olhar risonho de quem sabe que é bem vindo...




A mostrar IMG-20170710-WA0000.jpg











   
    Um bem haja para a Filipa, Inês, Sara, Marina, Pedro, Francisco e Alex!



Manuela