quinta-feira, 20 de novembro de 2014

De mim para ti, Pai!

      Olá!

    Num dia dedicado a homenagear todos os que já partiram, a grande maioria das famílias portuguesas enfeitam as campas dos seus entes queridos, e recordam com saudade aqueles que já partiram. A homenagem aos mortos é um acontecimento global e vivido de diferentes formas um pouco por todo o mundo...
     Neste dia, de passagem obrigatória pela casa do avô dos meus filhos, aquela que ainda hoje é a casa da família, numa zona transmontana de uma beleza ímpar, foi dia de  homenagear um Pai e avô muito especial, abrir a casa que tantas recordações nos traz, e deixar escapar algumas lágrimas teimosas! Como há muito tempo não se fazia, a mesa foi colocada com os pratos da avó, que depois de muito tempo saíram do armário... O avô, desta vez não nos fez companhia, mas sei que no sitio onde está, ficou feliz por nos ter aqui!

     Ficam as imagens, e muitas palavras ditas em silêncio!




        Numa atmosfera iluminada pela paisagem, num cenário onde era possível saborear a vida com outra serenidade de espírito, recordo-me de o meu Pai me sentar na varanda, num banco pequenino, e ao sabor das histórias que me contava e das promessas que me fazia, lá ia conseguindo, num esforço quase titânico, que eu comesse mais uma colher de sopa... Uma forma de estar em família, em que ainda hoje me revejo. Um desejo permanente de uma tranquilidade desafogada...   




      Depois foi tempo de nos fazermos à estrada, rumo a uma outra aldeia transmontana, Pitões das Júnias, onde o avô passou grande parte da sua vida. Pausa para um café, num ambiente vintage, que vale a pena conhecer. Querem ver?









     Hora de regressar, de recolher as almas, e de fechar de novo a porta de casa, para um maior silêncio... E vou em Paz! Com um sorriso enorme, e com o coração a transbordar de boas memórias!


    Um abraço para todos os que também neste dia tiveram alguém especial para homenagear, ou simplesmente recordar...





55 comentários:

  1. Seguro que todos tenemos alguien a quién homenajear y recordar!
    Estos días son para eso!
    Besos de las dos para ti,Manuela.

    ResponderEliminar
  2. Dearest Manuela,
    Just like you, yes yesterday at Church, like any Sunday, we especially did remember our loved ones that we now may call angels...
    Sending you hugs from the middle of the night. My daytime broadband is all used till tomorrow so when nature called to get up, I had to take the opportunity to leave a comment.
    Mariette

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. I also call them angels! Thank you for your comments always so sweet! Hugs

      Eliminar
  3. Que lindo 'post', Manuela! Lindos os sítios, linda a saudade (que eu partilho, pois também já não tenho pai nem mãe), linda a homenagem.

    Ah, então tu és transmontana - isso explica essa tua simpatia e hospitalidade únicas. Só conheci até hoje transmontanos assim. O que têm esses ares que tão bom efeito produzem?

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um grande, grande abraço para as duas Miús!

      Nota:são ares muito frios, mas que tornam os corações quentes:):):):)

      Eliminar
  4. Olá Manuela,

    Um post cheio de sentimento, muito lindo!
    As imagens principalmente da vista que a casa tem é magnífica, transmite tanta paz...
    E essa taberna que nos mostra é cheia de história!
    O nosso Interior do país é cheio de histórias boas :-)

    Beijinhos grandes e espero que tenham tido um ótimo fim-de-semana***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Joaninha!
      A taberna é de facto lindissima, sabe que as escadas são forradas com tecido de chita?! Beijinho

      Eliminar
    2. Olá Manuela,

      Eu reparei nesse pormenor delicioso das escadas... Tem que ser gente com muito amor por essa taberna para não deixarem descurar esses pormenores :-) Tão bom que hajam sítios assim!!! :-)

      Eliminar
  5. Um abraço,muito,muito grande e apertado!
    Beijinho da Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Maria, de mim para si também vai um abraço cheio de carinho! Obrigada.

      Eliminar
  6. Imagens transmitindo muita paz.
    boa semana. Bjs, Manu.

    ResponderEliminar
  7. sem palavras Manela.

    Partilho dessa saudade.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga, obrigada! já viste como as nossas vidas se cruzaram em momentos parecidos?! Beijinhos

      Eliminar
  8. Olá Manuela,
    Este post fez aparecer uma lágrima no meu olho. Um post carregado de sentimentos e saudades.
    Bjs,
    MJ

    ResponderEliminar
  9. Lindas imagens :)
    e que palavras sabias ,com certeza que o seu pai onde quer que esteja , está muito orgulhoso da sua filha .
    Semana com muita luz .....
    bjs
    Lulu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que sim! Também tenho muito orgulho nele... Bj

      Eliminar
  10. OLá Manuela, uma forma muito bonita de brindar a quem já partiu. Respeito quem escolhe ir ao cemitério, mas pessoalmente, penso que celebrar a vida, ainda que com saudades é a melhor forma de homenagem a quem já cá não está. Ir onde ele ia, abrir a sua casa, com certeza enche-o de orgulho e felicidade.
    Só ficou por ver a loiça da avó...
    As escadas do café são qualquer coisa.
    Pelo meu lado, já voltei, e já queria ter retomado o blog. Estou é enfiada em muitas coisas ao mesmo tempo, e (pasme-se) com uma séria crise de inspiração. Mas desta semana não passa! Beijinhos, achei lindas as tuas palavras e belo este post.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo Val! Obrigada!
      Mas tirei fotos da loiça da avó, que mostrarei noutra altura:):)
      Não acredito nessa falta de inspiração... Vou já espreitar o teu blog! Bj

      Eliminar
  11. Hola Manuela querida !!! que tristeza de ese post lindas sus palabras mi amiga.que tenga un buen inicio de semana
    besos

    ResponderEliminar
  12. Que paisagens lindas! E o espaço, encantador!

    ResponderEliminar
  13. Que belas palavras, lindas fotos e paisagens magníficas :)
    Beijos
    http://coeurdartichautbyannabelle.blogspot.pt
    http://instagram.com/annabelle_madeira

    ResponderEliminar
  14. ¡Hola, Manuela! Un precioso homenaje a esos seres queridos que ya no están, a través de los maravillosos paisajes que nos muestras hoy.

    Un beso enorme de las dos

    J&Y

    ResponderEliminar
  15. Querida Manuela,

    Foi uma maneira linda de recordar quem é especial e de sentir a sua falta de uma forma diferente. É uma homenagem muito simbólica mas muito sentida. Eles não nos deixaram, apenas estão um pouco mais longe, sempre a olhar por nós, pelo menos eu sinto isso ;) Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é também isso que eu sinto:) Obrigada! Bjinho

      Eliminar
  16. Que imagens lindas!!! Bela homenagem! Abraços!

    ResponderEliminar
  17. Querida Manuela, post é uma bela homenagem ao Pai, ao seu. O encontro de todos num espaço onde toda a vida viveu.
    O café é qualquer coisa, um achado!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Miú!
      Um dia que tenha disponibilidade, faça uma viagem por aquelas paragens!`E avise-me:) Bjs

      Eliminar
  18. Sempre me recordo do meu pai pelas lembranças dele que tenho expostas em minha casa. Alguns momentos para e o fito em algum quadro, escultura ou até em alguma bronca que dou em meus filhos. Boas lembranças! Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Helka! E essa é sem dúvida a melhor forma de homenagem: não deixar que o tempo apague essas memórias! Bj

      Eliminar
  19. Oi manu, q historia fantastica, seu pai te deixou lembranças lindas
    Manu me visite tbm:
    Gilvaniaevans.com

    ResponderEliminar
  20. A saudade dos que já se foram é algo sempre dificil de suportar!

    Lindo local para lembrar os seu pai!

    ResponderEliminar
  21. Manuela, sabe que já escrevi faz tempo e meu comentário não apareceu por aqui? Enfim, muito linda essa sua homenagem. E que lugar fantástico! A minha avó Elvira era trasmontana também e sabia mil e uma e mais milhões de histórias! Seu pai deve ter sido uma pessoa maravilhosa! Beijinhos, Tereza M.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois já vi que sim! Que pena!
      Eu nunca esqueci isso, porque para além de ela ser transmontana como eu, a sua avó tem o nome da senhora onde semanalmente compro as minhas flores.
      O meu Pai era uma pessoa maravilhosa, um Pai super carinhoso, e um avô que os meus filhos todos os dias recordam com alegria! Um grande xi-coração!

      Eliminar
  22. Lindas fotos! O que vale da vida, enquanto estamos aqui são os momentos vividos, os laços criados, o amor é o carinho! E boas lembranças e lindas histórias para contar! A gratidão pelo os já se foram e nos ensinaram tanto! Um grd bjo

    ResponderEliminar
  23. Manuela,
    O seu "post" é comovente. Uma bonita homenagem a quem nos deu a vida, e que a saudade nunca deixa esquecer.
    Abraço. VeraMaria

    ResponderEliminar
  24. Oh Manuela, que texto mais bonito e que paisagens mas fascinantes! Adorei tudo. E que bom ter assim recordações tão gratas. Dá sentido ao presente e acalenta o coração. Fico sempre muito feliz com histórias destas, verdadeiras. Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Margarida! Um grande abarço para si!

      Eliminar
  25. Mas que fotos lindas. E aquele detalhe nas escadas, tão giro.



    www.tarasemanias.pt

    ResponderEliminar
  26. Isso mesmo, tenho de pensar assim. Eles velam por nos e deixaram-nos tanto! Um abraço, obrigada.

    ResponderEliminar