domingo, 29 de setembro de 2013

Outono com docinho de tomate!!!



       Olá!

    Hoje e conforme prometi mostro o doce de tomate acabadinho de fazer!! Com tomates vindos directamente da minha horta para a cozinha! Nesta altura, o que mais salta à vista na minha horta é a quantidade de tomate que ela é capaz de produzir! O problema é que vem todo assim de repente e por isso para além daquele que distribuo pelos vizinhos, tenho de aproveitar e fazer o maior número possível de receitas, congelar, fazer compotas, ketchup, etc... 
     Uma cozinha mais saudável é também uma cozinha mais sustentável, e a  utilização de produtos biológicos e as dicas para uma culinária biológica são o mote para experimentar receitas inovadoras... Um mundo de sabores! Aqui pelo campo tenho vindo a adoptar medidas no sentido da sustentabilidade e da preservação do meio ambiente... E por isso mesmo para além de consumirmos produtos biológicos, vindos da minha horta, fomos adoptando algumas práticas, como seja a utilização de painéis solares, e pasmem... a utilização de fogão a lenha! É isso mesmo que estão a pensar... tudo aqui  no campo é cozinhado em fogão a lenha!!!

      Vejam então este docinho de tomate confeccionado por mim no fogão a lenha!!





          E porque o Outono exige, também a cozinha teve direito a um décor a fazer jus a esta estação e no caminho da sustentabilidade!!!



         As primeiras castanhas da estação foram ontem apanhadas debaixo de chuva, com o cheirinho de terra molhada como dizia a  querida Maria no seu comentário à minha publicação anterior!!



         O bule, cheio de chá de limonete que se foi bebendo à medida que o doce se ia fazendo!!



         E enquanto o doce de tomate se ia fazendo, numa outra panela já estavam os primeiros marmelos que apanhamos para dar lugar à primeira marmelada, que se desejarem também mostrarei... Mas essa é mais morosa, uma vez que por cá a mania é de fazer não só a marmelada simples, mas também com nozes e pinhões... Manias!!



       E no Outono, gosto de apanhar abóboras pequeninas e espalhar pela casa... Ficam lindas e é a tal teoria dos 3 "B"s que eu tanto gosto: bom, bonito e barato!!! Para tornar a casa mais acolhedora nesta estação do ano, julgo que não há necessidade de gastar dinheiro em objectos decorativos... A natureza é para mim a melhor designer e a minha melhor aliada nestas alturas... E quem não tem horta, pode sempre dar um saltinho ao mercado mais perto e certamente irá encontrar "ideias e sugestões decorativas"  a bom preço!!!



       Uma querida leitora aqui do blog, a Val do http://lavionrosedeco.blogspot.pt/,  pediu para eu deixar a receita deste doce. Mas os meus doces são sempre muito fáceis e descomplicados!!! No final vou deixar a receita que pode ser feita de forma muito simples e rápida...



         Cada vez mais gosto de consumir alimentos saudáveis, cultivados de forma a terem um menor impacto no meio ambiente... E se aos poucos conseguirmos introduzir na nossa alimentação este tipo de alimentos, com ausência de poluentes, então certamente estaremos  a contribuir não só para um ambiente melhor mas também para a nossa saúde!!



         Para quem ainda não está muito familiarizada com esta forma de estar e viver, esta publicação hoje tornou-se certamente aborrecida... mas tenho a esperança de que alguma coisa fique retida nesse cantinho da memória....



         Porque acredite que vale a pena!! Se não pode ter uma horta, certamente há-de ter um jardim, ou uma varandinha ou até um parapeito de janela na cozinha, com boa exposição solar...Basta apenas ter vontade de ver crescer as plantas de forma mais natural possível!! Para isso às vezes bastam vasos, pequenos caixotes de madeira, e encham com ervas aormáticas, malaguetas, alfaces e até tomate!




          E agora Val, aqui fica a receita especialmente para si!


         DOCINHO DE TOMATE :

         Ingredientes: 
   
         .1 Kg de tomate,
         . Raspa e sumo de meio limão,
         . 600 gr de açucar.


           Ingredientes adicionais:

           .  Uma chávena de bom-humor;
            . Uma chávena de olhares carinhosos;
            . Duas chávenas de ternura!

           Modo de preparação:

          . Juntar o tomate (apenas descasco parcialmente) com o açucar, a raspa e o sumo de limão. Levar a ferver em lume brando. Quando levantar fervura, deixar cozer durante 30 minutos e ir mexendo! Vá retirando a espuma branca que se for formando. Se no final estiver muito liquido, pode sempre retirar algum desse liquido, com a ajuda do coador, para reter a polpa!! De referir que rende muito pouco, razão pela qual nunca faço menos de 4 kg de tomate. De seguida, triturar com a varinha mágica, distribuir por frascos fervidos em água, e colocá-los virados ao contrário até esfriar por completo!
       E pronto!! Acrescente os restantes ingredientes q.b! E já agora, acompanhe com queijos fortes, como o conhecido queijo da ilha de São Jorge (que já mostrei por aqui!!). Um beijinho para si Val!


       Bem hajam, e uma boa semana para todos nós!

       Obrigada por terem paciência de ficar até ao fim...

66 comentários:

  1. Que maravilha Manuela, cheira mesmo a Outono, a Outono doce, gostei da receita e vou experimentar, beijo

    ResponderEliminar
  2. Uau Manuela adorei mais esta receita ,cheira mesmo a Outono a campo a descanso.....
    Obrigada pela partilha é com muito gosto que visito o seu cantinho ,e olhe que tem ensinado muito ;)
    bjs
    Lulu

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu também aprendo consigo! Fico contente que goste de passar por aqui, e por isso este blog faz sentido para mim! Bjinho.

      Eliminar
  3. Manuela admiro a sua entrega a estas doçarias que vai partilhando connosco, obrigada.
    Doce de tomate é dos meus preferidos e embora eu o compre, por vezes também o faço.
    E a receita é igual à sua, foi como a minha mãe me ensinou.
    Bjs e uma boa semana:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que agradeço a sua gentileza! Então já somos duas a gostar de fazer o docinho de tomate das mamãs!!!! Também foi a minha quem me ensinou... Bjinho.

      Eliminar
  4. Olá Manuela, mais um bule de ficar a babar por ele. Mas que peça tão linda. Este post tem tudo de bom sem excepção. Aqui em casa o doce de tomate é devorado como se não houvesse amanhã. Castanhas. Idem. Marmelos já o marido quis comprar, mas adiei a compra porque pretendo este ano também fazer geleia e ainda não sei como se faz. ( A sogra é que fazia e dava-me) E em relação a sustentabilidade, não podia estar mais de acordo. Eu lá vou aproveitando a outra varanda, conforme posso e sei. A Manuela é uma inspiração. Bjs e uma óptima semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu é que fico a babar com o seu comentário!! O bule foi comprado recentemente na Zara Home, também fiquei apaixonada por ele assim que o vi! E já agora deixe que lhe diga que a geleia de marmelo é super fácil: é só cozer os caroços do marmelo com açucar (sem água)!!! E se não utiliza as cascas dos marmelos na marmelada, é juntá-las aos caroços!! Et voilá!! Fico feliz que vá tirando algumas inspirações deste cantinho.... Bjinho.

      Eliminar
  5. Amiga sempre muito prendada! Nunca provei doce de tomate. A tua casa de campo deves estar bem cheirosa com esses doces todos que andas a fazer. Grande dona de casa!! Belas imagens. Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem me digas tal coisa!! Ainda não provaste o meu docinho de tomate?! Vou logo resolver esta falha imperdoável... Um xi-coração para ti querida!

      Eliminar
  6. Holla Manuela usted hace mermelada de todo ,,, y a que hora duerme??? Muhh adoro la de tomate,,
    Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Angélica acredite que às vezes não sobra muito tempo para dormir!!!! Mas o segredo é só um: organização!!! Bjinho.

      Eliminar
  7. Simplesmente ótima essa forma sustentável de fazer as coisas. Parabéns pela iniciativa e pelas delícias apresentadas.
    Abraços.Sandra

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sandra, muito obrigada!! Seria bom que todos nós fossemos adoptando algumas regras no sentido da sustentabilidade!! Bjinho!

      Eliminar
  8. Mmmmm que rico tiene que estar!!!la decoración de otoño,con las castañas y las calabazas no necesita más!! Tienes razón la naturaleza nos ofrece todo para decorar!! Tendremos que probar la receta.Por aquí también los envasamos cuando hay mucha cantidad,para el invierno.
    Besos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Meninas, vocês são umas queridas!! Quando fizerem alguma receita especial, não esqueçam de partilhar comigo!! Bjinhos para as duas!

      Eliminar
  9. Madre mía, castañas, mermelada de tomate y té. Tres cosas que me encantan.

    Besos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada! Também eu acho que fazem a combinação perfeita!!! Bjinho

      Eliminar
  10. Manuela, adoro as coisas da cozinha mas não gosto de comer. Principalmente bolos e doces.
    Nunca vi um forno a lenha. Será que faz muita fumaça?
    Morei numa casa e aproveitei o terreno para plantar abóbora, pimentos e tomates.
    Parabéns.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Liliane, não é propriamente um forno a lenha! O fogão é que é a lenha, e o forno embora seja aquecido a lenha, não tem lenha no seu interior... Será que me fiz entender?! E não faz fumo nenhum! É uma delicia cozinhar dessa forma...Muito obrigada, bjinho.

      Eliminar
  11. Manuela, não esqueça de me orientar quanto as etiquetas, da postagem anterior.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Liliane, não esqueci. Já respondi na postagem anterior... é muito fácil: as etiquetas são imprimidas directamente da internet! É só escolher o modelo, e imprimir em papel de fotografia, para ficarem mais bonitas...Bjinho

      Eliminar
  12. Adoraria sentir o cheirinho de sua cozinha! Nunca comi doce de tomate, mas deve ser uma delícia, principalmente com ingredientes tão fresquinhos. Beijo e ótima semana pra vc!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha cozinha tem o cheirinho de doce e de bolo acabado de fazer... e de maça assada no forno com canela...valeu? Muito obrigada, bjinho.

      Eliminar
  13. Ai o doce de tomate é o melhor de todos!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Melhor melhor não diria... mas que é muito bom, lá isso é!!!! Obrigada, bjinho

      Eliminar
  14. Hi Manuela,

    Thank you for always leaving such kind comments on my blog! What I wanted to say, your English is really good!!! I can read every word you write :-)

    Your tomato sauce sounds delicious. Home made is the best!!!

    Happy week,

    Madelief x

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Madelief, you are a very sweet person! And I am always very happy when I read your comments! And your blog is also fantastic, and is on the list of my favorite blogs! Hugs!

      Eliminar
  15. Manuela querida, desde o primeiro acesso ao blog eu admirei a sua forma de ser e postar. Eu já conhecia você pelos seus comentários no blog ANFITRIÃ, mas ver o seu espaço foi outra coisa! Como sou parte portuguesa, reconheço em você algumas coisas da minha família. Minha mãe, por exemplo, adorava fazer geleias, compotas, plantar, etc. Minha avó teve 11 filhos e era maravilhosa. Houve momentos na sua reta final, com um pezinho no passado e no presente, em que ela me pedia para pegar a carroça e ir ver a aldeia dela e aquilo me emocionava muito. Ela tinha o dom de ser rezadeira (rezava todo mundo que chegasse até ela e conhecia ervas como ninguém e ensinou e passou esse gosto à minha mãe) e contadora de histórias de santos, do folclore, dos tempos dela em Trás-os-Montes e Murtede e devo a ela e a meu pai meu gosto pela literatura e dediquei aos dois a minha tese de doutorado. Eu, recentemente, em homenagem a elas, fiz uma hortinha em vasos aqui em casa. E eu tinha muito vontade de fazer compotas e geleias mas pensei que minha mãe fosse eterna mas ela não era e acabei não aprendendo. Com você, vou ter essa chance ! Beijos, Tereza M.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Tereza, só posso sentir-me lisonjeada com o seu comentário!! E afinal temos tanta coisa em comum... sim porque eu também sou transmontana, e embora tenha saído de Trás-os Montes pequenina, a minha alma é transmontana.... E fico feliz que a Tereza tenha avivado as suas memórias com o meu blog!! Também eu avivei as minhas com o seu comentário.. É um prazer ver pessoas como a Tereza passarem por aqui... Bjinho!

      Eliminar
  16. Manu,
    Você é muito prendada.
    Na casa da minha avó tinha uma castanheira, mas foi cortada.
    Vou ficar com vontade das castanhas!
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nina, que pena você morar tão longe... Assim não posso oferecer-lhe as minhas castanhas!!! Bjinho

      Eliminar
  17. Olá Manuela,
    Mil vezes obrigada pela receita. Aos ingredientes vou ter que acrescentar uma dose de ...sorte de principiante! pois além de eu ser uma nulidade na cozinha, vai ser a 1ª vez que vou me aventurar a fazer doce. Além do mais, a bitola é alta: já viu que a Lulu fez um post lindo com o doce de figos!!! Mas já estou aqui com 1000 ideias para os potes...
    Só mais uma perguntinha: dá para fazer com tomate chucha, bem encarnadinho??? Bjs e bem haja! Val.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Val, não acredito que seja uma nulidade na cozinha!!! A Lulu fez uma publicação deliciosa!!! O tomate chucha é do melhor que há para o doce, só tem de ter o cuidado de ir retirando alguma parte do liquido que se vai formando, para que o doce não fique demasiado liquido... Muito obrigada a si! Bjinho.

      Eliminar
  18. Olá!
    Mais um post único! Cheio de bom gosto e criatividade! Adorei!!
    Bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu fico sempre feliz de ver a minha grande Amiga tecer elogios destes aqui à comadre....Xi-coração enorme para ti!

      Eliminar
  19. ai ai ai este blog ... é a minha perdição!! beijinhos e que aspecto delicioso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada!! Também gosto muito de passar no seu!!! É bom que as professoras de matemática se percam com coisas docinhas para adoçarem o ensino da mesma aos seus alunos!!!!!!!!! Bjinho.

      Eliminar
  20. Ai o fogão a lenha... ai as castanhas... ai o doce de tomate... O doce de tomate era já um ritual na aldeia do meu pai. Lembro-me muito bem da minha avó, sentada no muro da eira, com canecos cheios de tomates apanhados no quintal, a descascá-los para os pôr na panela ao lume. O cheiro, esse é o que me ficou bem gravado, mais ainda do que o sabor. O cheiro é uma coisa do outro mundo. E no fogão a lenha então, deve ficar mesmo uma coisa especial. Creio que não deva ser prático, mas sem dúvida que acredito que valha bem a pena o trabalho e o tempo disponibilizado para o pôr a funcionar. Aliás, tudo o que é genuíno é pouco prático e exige trabalho, mas o resultado é tão compensatório em termos de saúde, sustentabilidade e felicidade! Muitas felicidades também para vocês.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Margarida, o que é que eu hei-de responder a um comentário tão bonito como o seu?! Apenas muito obrigada!!!! E olhe que o fogão a lenha acende-se num minuto! Acredite!! Agora já se vendem acendalhas para facilitar,e os próprios fogões já vêm preparados de forma a que aquecem muito rápido... E estes fogões trazem incorporados bicos eléctricos, para utilizar naqueles momentos em que não dá para ligar o fogão...Bjinho.

      Eliminar
  21. Quantas delícias saem dessa cozinha! Doce de tomate não conhecia. Por aqui não temos! Mas adorei a ideia! Ainda mais com tomates da horta. Só quem tem sabe o prazer que é colher algo do seu próprio quintal!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Rosinha!! É de facto um enorme prazer colher os legume directamente na horta!! B

      Eliminar
  22. maravillosa entrada, la disfrute mucho mucho, saludos !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada! Seja bem vinda por aqui... Saludos!

      Eliminar
  23. Passando para te desejar uma ótima quarta!!
    Abraços.Sandra

    ResponderEliminar
  24. nham, nhamm! Que delícia! Vou copiar a receita que deixou para a Val ;-))
    Ana (do 100Ideias)

    ResponderEliminar
  25. Wow! your autumnal harvest looks so delicious! Loved the canned tomatoes with the tags....so delish! I like how you displayed your harvest on the marble platter:) The teapot is a darling! Thanks Manuela for always inspiring us with the most wonderful posts and pictures:) Happy week! Hugs, Poppy

    ResponderEliminar
  26. E,agora o que é que eu faço?Vim espairecer,fico emocionada e uma lágrima teima cair sem pedi ordem...permita-me que lhe diga que a Manuela é um amor.E,eu sou só a Maria.
    Doce de tomate é dos que mais me fazem lembrar a minha infância...Comi toneladas!!!E,cá estou eu com 1metro e 73 e 56 quilos.
    Encantada,com a sua forma de viver.Estou com o som do apito da chaleira,que estava sempre no fogão a lenha,para se ter sempre água quentinha na cozinha.E,tudo o que é feito desta forma tem outro sabor!!!Painel solar aderimos á já alguns anos,na casa de todos.
    Muito havia para dizer...Mas a Manuela sabe fazer tudo tão...Mas tããããããão bem.
    Gosto muito de doce de abóbora com queijo fresco(de confiança)....Com queijo da ilha de São Jorge é divinal!!!
    Aos fins de semana temos uma camponesa de mão cheia!!!
    Valeu....Muito obrigada de coração.
    Beijo
    Maria
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então deixe que lhe diga que a Maria é que é um amor!! Gosto tanto de ler os seus comentários!! E até parece que tivemos infâncias bem parecidas... Mas sabe, eu não faço tudo "sempre bem"!! Tento é fazer com que o dia a dia seja menos penoso... Durante a semana, a vida passa num corre corre, sempre com horários rígidos para se cumprirem, seja no trabalho, seja com as crianças, e tento que pelo menos os fins de semana sejam passados em família, na verdadeira acepção do termo, entende? Então gostamos de fazer estas coisinhas doces... Bem haja e tudo de bom para si!

      Eliminar
  27. olá! está tudo uma delícia, como sempre. Acompanho-a desde o primeiro instante. Identifico-me muito com tudo o que diz. Adoro as decorações, suas manias... Boas manias! Revivo, muitas vezes, minha infância com minha avó. Por exemplo, agora com os tomates, lembro-me de ela também se queixava que os tomates vinham todos de uma só vez... Então, não só, todos dias comíamos salada de tomate como fazia-se as compotas e congelávamos. Bons tempos. Boas recordações! É raro pegar no computador, mas hoje peguei e a primeira coisa que fiz, foi visitá-la. Como sempre, a medida que vou visitando recantos de sua casa e saboreando os sabores das compotas, do chá de limonete (que tão bem me sabe) e do café vou esboçando um sorriso de muita satisfação. Obrigada por todos estes momentos. São adoráveis! Beijinho. Isabel Araújo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seja bem vinda Isabel! Que feliz fico por saber que gosta deste espaço... E que bom que a faço reviver recordações tão bonitas e tão felizes!! O seu comentário é um incentivo para publicar mais e mais manias... Volte mais vezes pois foi um prazer conhecê-la!! Muito obrigada pelas visitas e por este comentário delicioso! Beijinho.

      Eliminar
    2. O prazer é todo meu. Beijinho e bom fim de semana. Isabel Araújo.

      Eliminar
  28. A minha mãe fez o ano passado e adorei!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As mães são todas iguais!!! Mas eu aprendi com a minha, e agora já não lhe peço para fazer! Obrigada! Bjinho

      Eliminar
  29. Nossa que legal eu nunca ouvi falar em doce de tomate acredita? Tem coisa mais gostosa do que poder ter uma hortinha em casa ou plantar árvores e colher frutas do quintal? nossa eu amo é meu sonho. Amei conhecer o blog. beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Gabi! É um prazer recebê-la por aqui!! Bj

      Eliminar
  30. Os seus posts nunca são aborrecidos Manuela, pelo contrário, são entusiasmantes, a cada click no rato para andar para baixo, é uma nova e boa descoberta...
    Gostei imenso da sua receita de doce de tomate, já a guardei no meu dossier e espero então pela marmelada com pinhões (agradou-me imenso a ideia)

    Beijinhos
    Joana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só hoje vi o seu comentário!!! Muito obrigada, beijinho!

      Eliminar
  31. Finalmente de volta a casa (e com uma net em codições) posso refastelar-me com as coisas de que gosto; e gosto de voltar aqui.
    Que mais posso desejar se aqui chego e dou de caras com esta tranquilidade de ambiente, doce de tomate e...CASTANHAS!
    Tão bom estar de volta!
    Obrigada Manuela :)

    ResponderEliminar
  32. E que bom vê-la por aqui!! Eu é que agradeço!! Bjinho

    ResponderEliminar
  33. E mais de um ano depois, aqui estou eu novamente, pois hoje é dia de fazer doce de tomate! vim relembrar a receita, até dia 24, está tudo a valer e ainda há tempo para uns potes bonitos (e com conteúdo saboroso) para oferecer. Beijinhos!

    ResponderEliminar