sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Calçadas...


       Olá!

        O fim das férias é sempre inevitável.... Por mim, também gosto de retomar as minhas rotinas, voltar ao meu trabalho e regressar à minha casa! Com saudades, mas com a certeza de que voltarei... Por isso, vão sendo horas de fazer o percurso de volta... Mas não sem antes vos mostrar as mais belas calçadas portuguesas! Cheias de encanto e de história...

          As calçadas da vila das Velas, em S.Jorge, nos Açores... Autênticas obras de arte levadas a cabo por calceteiros licenciados pela única e exclusiva Universidade da Vida!

.

        A originalidade destas calçadas confere-lhes um estatuto de verdadeiro património português...


           Autênticos tapetes de pedra com motivos sempre diversos, o que torna cada calçada única!


           Motivos alusivos a actividades ou especificidades regionais e locais...

       
            Pavimentos empedrados, todos eles feitos de pedra natural, com base em calcário, assentes e dispostos de forma mais ou menos homogénea... 


            Pavimentos de grande beleza estética!


          Cada um parece contar uma histórica única de gente que já por aqui passou...


             Ai  se estas calçadas falassem!


             Teriam muito que contar... 


           Histórias de gente contente, com sorrisos cativantes e a pele queimada pelo ar do mar...


          É assim a gente de cá!! Muito obrigado à família que aqui criei e que me faz sempre sentir em casa!



             E a vocês, leitores deste modesto blog, obrigado por terem passado por aqui neste roteiro de férias... e por terem estado comigo nesta ilha maravilhosa dos Açores!  Mas o melhor é mesmo ver, tocar e sentir... Perder-se ou encontrar-se nesta ilha encantadora...

             Por mim, marco encontro convosco para a próxima semana, num regresso ás minhas tipicas manias... que também já são vossas!

                      Um abraço!  

25 comentários:

  1. Respostas
    1. São mesmo maravilhosas! Ainda bem que gostou... Bjinho e muito obrigado!

      Eliminar
  2. Lindo!A carroça,a parelha dos bois,a minha burra Estrelinha,a lavadeira,o mugir da vaca,(o caseiro Asdrubal, fazia-o na perfeição,para depois a sua Amália com as mãos geladas fazer o queijo).O moinho,onde eu ficava maravilhada com as mãos que faziam transformar o trigo em farinha...Ali o tempo passava mais devagar...Como?A casinha pequenina só com a água da ribeira e o vento conseguia fazer aquilo?Saudades do meu tempo de menina...

    (Quem sabe se a Manuela se cruzou com uma menina,hoje mulher,que passou na minha vida,ficou para sempre no meu coração,e nunca mais soube nada dela!!!)
    Beijo.

    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como eu aprendo consigo!! E essa menina se calhar cruzou-se mesmo comigo, e ainda está por aí... a Maria tem de a encontrar!! Gostei muito de ler o seu comentário!Bjinho!

      Eliminar
    2. Maria, obrigado pela partilha! Tudo de bom para si...

      Eliminar
  3. Acho lindo esse trabalho com as pedras e, certamente, se falassem, teriam histórias sem fim. Tenha um excelente retorno! Beijo

    ResponderEliminar
  4. Manuela, lindas essas calçadas portuguesas, lindas fotos, aqui no Porto tiraram a calçada da
    baixa da cidade e puseram cimento, imagine...sem palavras, beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem palavras mesmo! Fico contente que tenha gostado... Bj

      Eliminar
  5. espectacular... tão lindo. é um trabalho extraordinário. muito bom

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo um trabalho espectacular... Obrigado por passar por aqui!

      Eliminar
  6. Hola Manuela lindas esas calzadas portuguesas,, muy buena fotografía además,, que tenga un óptimo fin de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado! Um bom fim de semana também para si!

      Eliminar
  7. Que lindas calcadas!
    Muito obrigada anjo pelos parabens! Obrigada pela atencao e carinho!
    Beijocas grandes

    ResponderEliminar
  8. Preciosos estos pavimentos,de gran belleza y mucho trabajo.Si la universidad de la vida enseña mucho,tienes toda la razón.
    Cariños

    ResponderEliminar
  9. Que belas calçadas, bonitas fotos! Foi bom descobrir os Açores atraves das tuas postagens!!! Bom regresso a casa. Beijos para todos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga, ainda bem que gostaste! Xi-coração enorme para ti!

      Eliminar
  10. Olá Manuela,
    Não há quem não aprecie as calçadas portuguesas, mas eu não conhecia com imagens tão pictóricas. Em Lisboa, por exemplo, as do Rossio são lindas, mas os desenhos são geralmente geométricos. Há alguns anos, em alguns trabalhos meus como arquiteta, fiz muitas entradas de prédios em calçada. Com os calceteiros da Câmara. São trabalhos caros, mas que valem a pena. Quando os vejo por vezes a trabalhar na rua, fico parada a observá-los. Admiro a forma como dão um golpe na pedra com um pequeno martelo, para ajeitá-la ao desenho,com uma prática bestial.
    Obg pela mensagem de ontem. estou habituada a chegadas e partidas. Foi sempre assim na família. Sempre deixei-as seguirem as suas escolhas, mesmo quando ouvia críticas de fora ( coisas como: "não devia estar a estudar? "15 dias fora em torneio?" "e os estudos, e o futuro?"). As pessoas não imaginam é que os atletas são estudantes trabalhadores. Fartou-se de viajar com os livros. E neste processo de ir para os EUA, além do 12º, ainda teve 2 provas do ensino americano. Foi duro este ultimo ano para ela e todos nós. Mas foi sempre o que quis: treinar nos estados Unidos. Tem lá condições, impossiveis de se encontrar cá. Conseguiu uma bolsa total de atleta. Estava feliz, ansiosa mas feliz. Chorei o dia todo,mais por ela ter ido para muito longe, 3 aviõs,24 horas de viagem. Mas ela tem um espírito de missão, acho que se vai adaptar. Desculpe o desabafo, está mais longo que o seu post. Ela já chegou ao destino, já deu noticias, estou mais animada!
    Bjs!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que mãe orgulhosa deve ser! A sua filha sem dúvida vai ficar muito mais "rica" no seu percurso de vida! Vai ser muito bom para ela... Parece já ser uma mulher de armas!! Guerreira! É isso que também quero para os meus filhos!Para além do mais, é sempre uma mais valia os nossos filhos poderem contactar com outras culturas, serem autónomos e responsáveis! Um grande beijinho para si! Muito obrigado!

      Eliminar
  11. Adorei ver estas calçadas portuguesas...Imagine se todas as calçadas fossem assim?

    Bjs!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom seria se assim fosse! Muito obrigado por ter passado por aqui e ter gostado...

      Eliminar
  12. Que lindas fotos e calçadas!!
    Abraços.Sandra

    ResponderEliminar
  13. Muito obrigado Sandra! Abraços para si também!

    ResponderEliminar