quarta-feira, 17 de julho de 2013

A minha horta...

         Olá!
      Dizem os entendidos que as mulheres têm uma relação de amor/ódio com roupas, malas, sapatos... Isto porque, dizem eles, adoramos carteiras e malas, mas a nossa carteira nem sempre lida bem com elas...   Adoramos comprar sapatos e roupa, mas depois ficamos com um peso na consciência quando vemos os armários a abarrotar pelas costuras e na conta bancária o proporcional não se verifica: enquanto o armário enche a conta esvazia...
      E com as lojas de decoração?! Ufa! Aqui nem é bom falar!!! Se vamos ao centro comercial, lá vamos todas picar o ponto, abstenho-me até de dizer onde! Vamos todas às mesmas...
      Nos saldos? Achamos sempre que precisamos de mais alguma coisa.. E assim por diante, sempre num crescendo....
      Pois bem, eu descobri há bastante tempo, que a vida pode dar-me coisas bem mais simples, e essas sim, proporcionalmente mais baratas, que fazem as minhas delicias - e a dos meus- e com as quais estabeleço verdadeiros afectos e relações de amor/amor! Verdadeiras... E para a vida! 

       É para que fiquem a pensar nisto que hoje vos mostro imagens bonitas mas diferentes: imagens da minha horta!  Dela levo o que me apetece para casa sem pagar, e no final do dia até a "sopinha da mamã" tem outro sabor! 
       Aproveitem e levem convosco alguma coisa... ou não levem nada! Mas acreditem que no centro comercial vão certamente gastar mais dinheiro, e os miúdos, se os têm- vão chegar a casa muito mais irritadiços!

   Venham então comigo visitar a minha horta...
  Gosto de ver as minhas laranjas crescerem!! Depois, no Inverno faço compotas deliciosas para consumir o ano inteiro!! Deliciosos bolos de laranja, queijadinhas, mousse de laranja, bombons de chocolate com raspas de laranja .... Quando estiverem maduras, convido-vos a entrar na minha cozinha e juntas podemos fazer algumas destas maravilhas... Combinado?
 


       Com os diospiros também faço doces saborosos!



      Na minha horta cresce de tudo um pouco: courgettes...


      
       Alho francês....



       Pepinos...



      Alfaces....


     
        Muita, muita alface!



      Pimentos...


     
        Cenouras...



         Tomates...



      Maças...


     
        Feijão-verde....



       Muitas maças...


    
       Ervilhas....



       Tangerinas...



       Hortaliças....


      
       Beringelas...



       Chá de limonete! Depois de seco, faço saquinhos para oferecer a toda a gente que me visita! Para si também!



       Amoras! Adoro frutos silvestres.... Uso durante todo o ano!!!



       Quando ficam maduras, são uma tentação...


    
       Lindas...


     
     Salsa....


      
       Não sei se conseguiu chegar até aqui!! Ainda há muito para mostrar, mas por hoje fico por aqui... Bom, já que ficou até ao fim, e acredito que sim, então aproveite para descansar um pouco!! As redes por baixo das laranjeiras aguardam por si.... Escolha o melhor sitio e instale-se.... 


       Mas... traz crianças?



        Então deixe-as brincar um pouco!!  Os meus vão adorar!



          Hoje foi diferente! Por isso vou gostar ainda mais de ler os vossos comentários....

          Tudo de bom para si!

31 comentários:

  1. Bem Manuela, que espectáculo de horta!
    Deve ser um prazer escolher os alimentos que nós próprios cultivamos e com uma ideia certa do que vamos fazer com eles em seguida.
    Admiro este tipo de privilégios. As compotas devem sair maravilhosas... e os chás!

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carlinha, prazer e privilégio é recebê-la por aqui!! Obrigado! Um dia vai provar as minhas compotas e os chás!! Bjinho enorme.

      Eliminar
  2. Realmente o campo é uma verdadeira tentação! Até o próprio ar tem outro sabor.
    Continuo a gostar (muito) sem dúvida de centro comerciais mas não os procuro com a mesma frequência desde que vim para o campo.

    Ora então eu vou aparecer por aí com duas crianças e 10 cãezinhos, pode ser? ;)

    Já percebi que faz doces e compotas deliciosas :D

    Um beijinho Manuela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lúcia, Ficaria muito feliz de a receber! E com os 10 cãezinhos!!! Aqui já há dois, e mais de uma dezena de gatinhos!!! Um grande beijinho.

      Eliminar
  3. Percebo perfeitamente o que diz,pois tenho apenas 4 ervas em vasos na varanda (hortelã,cebolinho,estragão e coentros) e dá-me sempre um gozo bestial ir à "horta".Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Val, obrigado pela visita! Hortelã ainda não tenho, mas tenho mesmo de tratar disso, pois dá imenso jeito! A Val tem uma varanda lindissima, por isso tem onde fazer crescer a sua horta!!!Bjinhos!

      Eliminar
  4. Natureza pura!
    Saudades da horta,da quinta que tenho em Castelo Branco.Abandonada,culpa das burocracias.....Triste!!!
    Amoras silvestres,pela torreira do Sol era brincadeira certa.No final era feito o refresco de vinagre,que sabia sempre a pouco.
    Muitas vezes,fui comprar as cenouras,ainda com a rama,para fazer,a sopa saborosa da minha bébé.
    Na altura havia um mercado saloio,que entretanto acabou.
    Agora,vou continuar e apreciar cada momento na sua horta!Vou perder-me,no verde á procura de um trevo de quatro folhas no meio dos muitos de três folhas que vi,por entre a rama das cenouras...
    Claro,que vou dar umas voltas no baloiço,que também gosto.
    Depois,a merecida sesta na rede,e sonhar....
    E á noitinha toca a regar a horta!
    E,vai ser mesmo descalça,gosto de sentir a terra molhada nos pés...sem manias.
    OBRIGADA,Manuela por estes momentos.
    Beijo.

    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Maria, tanta coisa que temos em comum!!! Os seus comentários são sempre lindos!! E já agora, atrevo-me a pedir a receita do refresco de vinagre... essa não sabia!! Fico à espera!!1 Tudo de bom para si!!

      Eliminar
  5. Isto não é uma horta - é um mundo!... Que maravilha! Oh, ser criança e perdermo-nos por aqueles recantos... Mas a rede também está bem apetecível para os adultos, sobretudo com uma limonada e uma fatia de tarte de amora :))))
    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Miú! Fica a promessa da limionada e da tarte de amora! Servida com pompa e circunstância! Aguarde as amoras ficarem mais maduras... Um dia que tenha disponibilidade dê uma espreitadela numa postagem que fiz "Frutos Silvestres". Alguns dos que lá estão foram parar a uma tarte deliciosa... Um beijo para si também!

      Eliminar
  6. Que maravilha!!!

    Por tudo isto e muito mais, ADORAVA viver no campo.

    bjs,
    MJ

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado Maria João!! Quem sabe um dia não se muda para o campo?! Por enquanto só estou no campo no final da semana e férias. Mas penso que quando os miúdos crescerem, talvez nos mudemos definitivamente! A ver vamos...Bjinhos para si!

      Eliminar
  7. Manuela,o refresco é simples:água e vinagre ao gosto.
    Havia,outros.Mas eram os trabalhadores das eiras,que faziam para eles.
    E,era isso que eu mais gostava.Ir ao poço tirar a água fresquinha com a burra ESTRELA.
    E era feito nos canecos deles,toscos,por isso tudo tinham outro sabor.
    Diziam eles que o vinagre era fresquinho!
    Eu,fui uma criança feliz,longe dos dos amontoados blocos de cimento de Lisboa!
    Nos entretantos,vou dizer-lhe:A ESTRELA,era mãe da ESTRELINHA,uma burrinha pequena e fofinha,que era o meu animal de estimação.Querida que só ela.
    ESTRELA,porque tinha uma estrelinha branca na testa.LINDA,e muito meiga.
    Alguns passeios fiz em cima da albarda dela.
    São estas as histórias,que conto hoje á minha filha.E,mais mãe e mais mãe....Conta, outra vez,outra vez......
    Beijo.

    Maria




    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que infância feliz deve ter tido!! E que feliz deve ser a sua filha... Vou experimentar o tal refresco!! Obrigada pela atenção!

      Eliminar
  8. Bonito blog tienes, lo acabo de descubrir y me quedo por aquí y me hago tu seguidora...Se nota tu amor por el exterior,las plantas y la decoración...Te invito a visitar mi blog, sé que te gustará pues tenemos muchas cosas en común.
    Saludos desde Barcelona
    Matilde
    http://matilde-unvergelenlaciudad.blogspot.com.es/

    ResponderEliminar
  9. Olá! Seja bem vinda por aqui! Ainda bem que gostou!Saludos!

    ResponderEliminar
  10. Manuela, não sei onde é, mas sei que é paraíso. Quando eu voltar a nascer - acredito piamente que nos são dadas infinitas oportunidades - quero nascer no campo, viver do que a terra dá. Para já, tapo os buracos da alma com compras, com prazer, sem remorsos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gostei do seu comentário!! E às vezes também gosto de "tapar os buracos da alma com compras, com prazer, sem remorsos"!!! Bjinhos.

      Eliminar
  11. Cada vez que leio os teus posts, fico com a sensação que és mesmo uma pessoa feliz e de bem com a vida.
    Pois tens razões para o ser, com esse mundinho que nos apresentas aos poucos, acho que qualquer pessoa o seria.
    Como sempre a tua paz é contagiante, beijinhos:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lenny! Até parece que já te conheço! Sou mesmo feliz e de bem com a vida! Porque também não exijo muito da vida... Bjinho grande!

      Eliminar
  12. Olá amiga. É incrível, já fui várias vezes à tua casa de campo e nunca vi a tua horta!!! Foi preciso criares o blog para conhecer este espaço do teu exterior. Nas minhas visitas, passamos o tempo todo entretidas a falar de decorações!! Assuntos que gostamos muito! Gostei de tudo, sobretudo dos frutos silvestres.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sério?! Realmente ficamos sempre dentro de casa na treta... Da próxima, calçamos umas galochas e vamos ver isto tudo!! Xi-coração.

      Eliminar
  13. Estás mesmo rendida à vida campestre!!! De facto é uma maravilha e um privilégio poder desfrutar de tantos produtos saudáveis e ... baratos! A forma como descreves as tuas imagens é cativante e "obriga-nos" a seguir este blog, mais não seja para ter um momento de prazer e relaxamento! Parabéns amiga por seres tão "prendada".
    Bjinhos

    ResponderEliminar
  14. Estou mesmo quase a tornar-me camponesa!!!! Ainda bem que gostas e ainda bem que tenho a tua amizade! Xi-coração.

    ResponderEliminar
  15. Nossa amei a horta e o quintal.
    Abraços.Sandra

    ResponderEliminar
  16. Ainda bem que gostou! Volte sempre!Beijinho.

    ResponderEliminar
  17. Bem Manuela adorei a partilha...também quero uma horta assim!!!! E sim as coisas mais simples são as que mais prazer acabam por nos dar!!! Por vezes são mesmo as essenciais!!!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar
  18. Olá Maria! Gostei do seu comentário... Quanto à horta, basta começar por uns vasinhos pequenos... E a horta lá vai crescendo!!!-não é bem bem assim, mas anda lá perto!
    Bjs

    ResponderEliminar
  19. Que maravilha!
    Que invejinha boa que tenho de si!
    Das coisas que mais tenho saudades do tempo que vivi na Arábia é mesmo do meu jardim, e da minha horta!
    Tudo plantado por mim e medravam que eram um sonho!
    Podia andar todo o dia descalça de pés na terra a plantar e a colher; era tão booooom!

    ResponderEliminar
  20. Parabéns pela horta, é muito bonita.
    Boa Páscoa.

    ResponderEliminar