segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Renas de Natal...

     Olá!

     O final do ano aproxima-se, e calculo que para muitos de vós tal como para mim, seja sempre uma altura de trabalho redobrado. Este é o motivo porque o Cem Manias tem andado um pouco mais atrasado nas  publicações semanais e nas respostas aos vossos comentários! Mas cá estamos, sempre com vontade e ânimo de incorporar calor humano dentro das vossas casas e dentro dos vossos corações...
E como é apropriado para esta altura, e já se vai tornando um hábito para mim, uma abundância de vermelhos profundos e muito branco vão animando estes dias que antecedem o Natal.  Cá em casa, as renas chegaram mais cedo do que aquele que ano após ano se veste de vermelho, e desce pelas chaminés carregado de brinquedos...







    
     Dizem que as renas do Pai Natal são especiais pois, apesar de serem semelhantes às renas que existem nos países nórdicos, são as únicas renas que conseguem voar, de forma a que o Pai Natal possa entregar os presentes no dia certo e sem atrasos a todas as crianças do mundo inteiro!




     Mas renas e lendas à parte, o importante, importante, seria que estas tradições não desviassem das origens religiosas e do propósito verdadeiro do Natal... Pensem nisso!


    


      E se tem crianças em casa, esta é sem dúvida alguma uma proposta para uma mesa natalícia divertida e que certamente lhes irá prender a atenção.






Nota: o centro de mesa com as suculentas foi carinhosamente elaborado pelo Pai da minha querida amiga Evelyne, do blogue Evelyne Home e com a preciosa ajuda dela!  Um abraço especial para ambos!



Uma boa semana para todos!

Manuela

quinta-feira, 12 de novembro de 2015

Vamos lá deixar entrar o espirito natalino...

Olá!

       E perguntam vocês:  mas o que anda ela a fazer, assim desaparecida e sem manias?!
     Pois bem, nestes últimos dias dei por mim num estado de inquietude, num misto de irrequieta e impaciente, a tentar adiar o inadiável, e evitando desta forma atipica que as decorações natalinas entrassem tão cedo cá em casa. É que as temperaturas de Verão que se têm feito sentir não têm nada a ver com o Natal, porque eu, transmontana de gema, ainda associo o Natal ao frio e à neve...
     Mas foi mais forte do que eu, e no sábado, com visitas na casa de campo, teve mesmo de ser!! Por sorte os cabazes de Natal já vão em estado adiantado, e assim, foi simples receber as visitas com alguns dos mimos que já se encontram devidamente embalados à espera de quem vai chegando por aqui!







     Quem por aqui passa, sabe que faço parte daquele grupo de pessoas que tem uma segunda casa de morada de família, com tudo o que isso implica de bom e de menos bom. O menos bom, é andar sempre com o carro cheio de mochilas, de computadores, de guitarras e por aí vai a lista infindável. O bom, é poder fugir para o campo e viver tudo o que a natureza tem para oferecer a cada nova estação.





     Num outro recanto, tonalidades mais suaves, a lembrar o outono...






   A decoração não podia ser mais simples e eficaz: copos, caixas, fitas e chocolates colocados em cima do aparador serviram de moldura a uma bebida depois do almoço.





     Este ano, estes pequenos pais natais, irão fazer parte das mesas de Natal, porque não sendo apenas giros, são também funcionais!




     Uma boa semana!

     Manuela