segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Ar do Campo...

     Olá!

     Nada como usar a Natureza para suavizar espaços mais rústicos. Este final de semana, depois de descarregar malas e mochilas, sacos e mais sacos, deparei-me com as primeiras frésias do ano. Numa multiplicidade de cores e penduradas aqui e acolá, alguém as tinha colocado dentro da cozinha  acentuando desta forma o charme da minha casinha de campo! Desta feita, mesmo na hora das tarefas mais penosas- vulgo, cozinhar- o aroma destas flores é irresistível e permite verdadeiros momentos de evasão...
      Há quem diga que saber misturar as cores é uma arte. Eu digo que não. A Natureza faz essa mistura sem qualquer ensinamento prévio, combina as texturas e tonalidades sem qualquer arte ou saber, tem competências que escapam aos designers mais atentos, não tem qualquer percepção de escalas ou volumes, e cria verdadeiras maravilhas com uma mestria tal, que ninguém domina, essa é que é essa!

     Querem ver?!





     As frésias em  perfeito diálogo com as formas orgânicas da madeira, o vidro dos frascos, e a corda que serve de suporte aos mesmos...Sem dúvida que me sei rodear de gente que me adivinha os gostos!




     Escolher as flores e criar os nossos ambientes de eleição, esta é sem dúvida a melhor tendência no universo da decoração. Deixe-se inspirar pela Natureza, num registo de liberdade que não tem preço. Manias...







     E já agora, porque se aproxima  a passos largos mais uma época festiva, é altura de começar a pensar nos pequenos mimos de Páscoa. Não perca a próxima publicação aqui no Cem Manias, recheada de muitas amendoas e muita cor. Entretanto pode ver na barra lateral do lado direito, no item Páscoa 2015 sugestões da Páscoa do ano anterior.

  Um abraço para todos!

 Manuela


 

segunda-feira, 8 de fevereiro de 2016

Momentos vintage...

     Olá!

     Nas casa portuguesas nunca pode faltar um dos vinhos mais icónicos do mundo, o famoso Vinho do Porto, que tem origem na bonita região do nosso Douro, conhecido por ser o mais antigo embaixador de Portugal! Ainda me lembro daquele anúncio televisivo "Foi você quem pediu um Porto Ferreira?", quando ainda nem se falava de facebook e afins... E recordo também, que sempre que os meus pais, em épocas festivas me levavam de visita a casa de amigos, o vinho do Porto era sempre o cartão de visita. Mantenho essa tradição ou não fosse eu uma " rapariga" de tradições...






     Outro dia, apareceu lá em casa uma amiga minha, e disse que aquilo que mais lhe apetecia ali no meio da natureza, era um café quentinho e um vinho do Porto. Lembrei-me do quanto é bom manter as tradições. O famoso vinho do Porto revela muito mais do que uma bebida refinada, traz com ele todo um reportório de emoções e nostalgia... Manias, digo eu!



     As chávenas em que servi o café, estavam arrumadas desde os anos 80 e ainda tinham o preço em escudos!! Um café que desta forma se transformou num momento vintage... Há quem diga que os momentos vintage são feitos de prazeres únicos. O requinte de uma bebida especial, a sedução de um aroma único. Momentos que acima de tudo são feitos de pedaços de tempo  e de partilhas. Momentos que ficam retidos na memória de quem os vive.






    Aproveito para desejar a todos muita diversão neste Carnaval que promete ser muito chuvoso!

   Manuela




quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Festejamos o amor ou quê?!

     Olá!
   
     Há sem dúvida pessoas muito especiais na vida de todos nós! Aquelas pessoas que fazem e marcam a diferença todos os dias. A família sempre presente, os amigos verdadeiros, o companheiro que nos atura todos os dias... Amor é amor! Nas  suas variadas formas e feitios. Por isso julgo que todos nós temos motivo para celebrar o tal dia dos namorados que não tem necessariamente de ser no dia 14 de Fevereiro. E que também não tem necessariamente de ser passado apenas com a cara metade. Aproveite o embalo e nesse sentido, escolha passar o dia dos namorados apenas com o seu Mais-Que-Tudo, ou também com familiares e amigos especiais... deixo ao critério de cada um! Por mim, sei exactamente com quero passá-lo.


     Na passada quinta-feira, a minha D. Elvira, a tal senhora das flores de quem por aqui falo inúmeras vezes, trouxe-me um molho de Hipericão e um pequeno raminho de rosas vermelhas, envolto em papel Craft. A minha D. Elvira conhece-me os gostos, essa é que é essa... Serviu para dar lugar a um arranjo campestre na cor do amor!

     




     O meu gosto por frutos vermelhos fez o resto...
    





     Sal e pimenta, e outros detalhes que tal para tornar tudo mais especial.







     Mmmmhhh...








     Valeu a dica?!

     Continuação de boa semana!

     Manuela