segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Araçais

     Olá!

     Com a chegada do Outono e de dias mais frios, chega também a necessidade de consumir alimentos que nos protejam das habituais constipações e doenças afins. Os nutricionistas aconselham cada vez mais o consumo de frutas vermelhas, as quais para além de muito saborosas, possuem doses elevadas de anti-oxidantes, são consideradas o verdadeiro elixir da juventude e ainda são fortes aliadas no combate às doenças degenerativas. Por mim, já há muito tempo que passei a incluir as frutas vermelhas nos menus do dia a dia: desde morango, melancia, amora, mirtilo, romã, framboesa, cereja, dióspiro, goji, araçal e muitos outros... Todos aliados de uma dieta saudável!
A pensar nisto, foi tempo de colher os meus araçais. Pelo segundo ano consecutivo, os araçaleiros estão carregados de frutos... 






      Da horta para a cozinha foi num instante, dali para o prato foi mais rápido ainda!







     
 A avó das crianças cá de casa, facultou-me esta receita:

 Uma mão cheia de araçais,
 1 copo de leite,
 açúcar ( a gosto! Eu coloco apenas uma colher de café).

Cortar os araçais em metades, polvilhar com  açucar a gosto, e cobrir com leite. Deixar em repouso no frigorífico durante um dia, para ficar com uma consistência similar à do iogurte.
Valeu?

 




     Pode ver mais imagens dos araçais AQUI no blogue!


     Uma boa semana para todos!
     Um abraço,

     Manuela


   




















segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Receber o Outono em tons neutros...

     Olá!

      Setembro é, sem margem para dúvida, aquele mês em que em sintonia com o regresso ao trabalho e a casa, fico imbuída duma espécie de espírito pré-outonal, em que me apetece mudar (quase) tudo!
    Na casa de campo a escolha de tons neutros é sempre uma aposta segura. As cores neutras, naturalmente sofisticadas e elegantes permitem depois brincar com quase tudo o que se tem por casa, sem grandes gastos. Desta feita, saíram do armário as almofadas que já há alguns meses tinha encomendado à Teresa, autora do blog Home Change Home, e que aguardavam a melhor oportunidade para serem usadas. Almofadas feitas em tecido de algodão, de excelente qualidade. Depois a Teresa, tem a particularidade de ser absolutamente perfecionista na confecção das mesmas: até a almofada interior é de algodão ( ao invés de micro-fibra, como habitualmente se vê). Juntamente com as almofadas veio uma mini-almofadinha de alfazema, que uso para complementar e aromatizar a decoração! Um mimo!

     Querem ver?


    






          Inspirada nas almofadas, surgiu uma decoração nada convencional,  em tons neutros, para receber o Outono de forma aconchegante... Um look branco, quase a lembrar o estilo nórdico.







     Depois do Verão, e com o aproximar dos dias mais frios, vão sendo horas de preparar as casas para a nova estação. Nos ambientes mais rústicos querem-se espaços tendencialmente mais leves. Os tons claros contrastam de forma suave com a madeira, digo eu...








     E porque esta casa se encontra no meio da natureza, também a entrada tinha de ter apontamentos neutros, reflectindo um espírito campestre em harmonia com o ambiente. O carisma das casas de campo, tendencialmente com decoração mais rústica, vive da ousadia de se poder misturar um pouco de tudo, tanto mais que há que combinar os diferentes estilos de todos os que nela moram...







  
        E por aí, há gente fã de tonalidades neutras?
       Entretanto, não se esqueçam de que a chegada do tempo mais fresco, convida a permanecer em casa (mesmo que só ao fim de semana), e por isso é hora de pôr tudo a postos para que o regresso a casa no final do dia seja motivo de alegria! Dê um toque outonal à sua casa e crie ambientes harmoniosos, à sua medida...

       Uma boa semana para todos!

        Nota: Teresinha, adorei as almofadas!


     Manuela





segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Tentações da gula!

Olá!

     Apanhados os marmelos na horta, restou um dia inteiro passado na cozinha! Os resultados estão ainda numa fase muito preliminar,  mas já permitem concluir que de agora em diante, serão muitas as iguarias que irão surgir a partir de produtos biológicos acabados de colher ou de apanhar.
  Por agora foi a vez da marmelada...

   





      Ao saborear uma simples iguaria como esta, o comensal degusta com outro encanto se lhe for servida em tigelas apelativas ao olhar. Quando o "empratamento" é bem feito o olho agradece.




     Este ano, mais uma vez a marmelada foi confeccionada de forma tradicional, em fogão de lenha, pelas mãos das mulheres cá de casa, e a inovação traduz-se na forma de apresentar a mesma: em vez das pequenas tigelas em que habitualmente é colocada, a aposta foi em tigelas de formato maior,  em tonalidades muito presentes na nova estação que se aproxima...




          Tenho para mim que os sabores da cozinha tradicional portuguesa vão ganhando cada vez mais adeptos, e por isso mesmo sou acérrima defensora de que devemos deixar este receituário da cozinha tradicional para as gerações mais vindouras. Por isso mesmo, tento sempre que as minhas crianças participem nestas tarefas.Talvez um dia mais tarde eles revisitem os sabores que lhes ficam na memória. Manias, essa é que é essa...




     Uma boa semana para todos!

     Manuela


domingo, 6 de setembro de 2015

Em casa...

     Olá!

      De regresso ao activo tal qual milhares de famílias portuguesas, é tempo de mudar os hábitos de férias e pôr as ideias em ordem. Para os mais novos é o inicio do novo ano escolar, e por isso também eles têm de criar as suas rotinas e restabelecer o quotidiano. Enquanto isso, as "manias" regressam por aqui, num convite a entrar na nova estação que se aproxima  de forma tranquila e aconchegante...






      Para prepararmos um Outono  mais "colorido" nos nossos jardins, hortas e varandas, a revista Jardins deste mês apresenta propostas e dicas de tarefas a levar a cabo em Setembro, muito interessantes. Por mim, e enquanto o tempo o permitir é isso mesmo que vou fazer!







      De regresso a casa, com as malas ainda por desfazer, neste fim de tarde de Domingo com os últimos raios de sol a quererem desaparecer da minha varanda, dei por mim a pensar que Setembro é um mês de reflexão e de decisões a tomar. Tudo a seu tempo! Por agora, estava cheia de saudades de casa...




    
     Bom regresso ao trabalho para todos, ou simplesmente bom regresso a casa!

     Um abraço,

      Manuela