segunda-feira, 27 de abril de 2015

" Um jardim Dentro de Casa"

     Olá!

     Depois do livro "Um Jardim para cuidar", e como que  a dar as boas vindas à estação primaveril, Teresa Chambel, autora do blog Um jardim para Cuidar, acaba de publicar o livro "Um Jardim Dentro de Casa". Um livro prático, escrito de uma forma que a cada página cativa a leitura.  O livro é especialmente dirigido  à jardinagem em espaços reduzidos, e em particular a todos aqueles que "embora não tenham jardim não têm razão para não jardinar". Escusado será dizer, que depois de o ler, passei o dia entre vasos e flores, a jardinar na minha varanda...







     Como tenho muito espaço no exterior para jardinar, nunca prestei muita atenção às varandas, nas quais apenas tinha mesa e cadeiras para poder ler um livro tranquila, tomar um café ou dar dois dedos de conversa... Depois de ler este livro, fiquei com vontade de dar algum colorido às minhas varandas. Hoje comecei por juntar alguns vasos, eliminar as flores murchas, limpar as ervas daninhas, e acolchoar algumas raízes com humus...






     Segui as instruções do "Um Jardim dentro de casa"  à risca...






       Uma convincente demonstração de jardinar num espaço pequeno!!!!!
         





     O resultado final foi uma varanda, que antes era um espaço praticamente vazio, e que agora mais parece um jardim, com uma amálgama de cores e flores, num cenário que mostra a minha vivência, e o gosto pela natureza.






     Por mim vou pensar "verde" mais intensamente do que nunca! Não será esta a tendência do futuro?!





     Um bem haja à Teresa Chambel, e que o seu livro seja um contributo para que as janelas e varandas dos portugueses se tornem mais alegres e floridas!

     Uma boa semana para todos!

     Manuela

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Coisas de afetos...

        Olá!
     Na minha vida existem muitos/grandes afetos. Afetos naturais e outros cultivados. Antigos e duradouros. E afectos que vou descobrindo no meu caminho e que um dia também serão antigos e duradouros. E nesta coisa dos afetos, constroem-se laços de benquerença, e descobrem-se pessoas encantadoras!  Recentemente, tive o privilégio de conhecer duas pessoas encantadoras, com interesses e formas de estar com as quais me identifico. Falo das Miús.  Carinhosamente conhecidas por Miú Primeira e Miú Segunda, por ordem de chegada ao mundo! E mais não digo.

    Da primeira já por aqui falei, é autora do blog  Coelhinho Pompom. Idealiza, desenha e faz roupas de criança que remetem para verdadeiros contos de fadas.
    Da segunda falo agora. Autora do blog  Com Vista Sobre a Cidade, e do recém criado blog A Caçadora de Desenhos . Participou recentemente no 7º Encontro Urban SKETCHERS Portugal Norte, e diz quem por lá a viu de " lápis em riste" que esteve no seu melhor!

    Pois bem, estas Miús, distinguiram-me com a sua simpatia e generosidade e presentearam-me com o que vos mostro em seguida...

     Das mãos da Miú Primeira, vieram estas duas almofadas, cuja combinação de tons e texturas encontrou de imediato lugar cativo cá em casa. Envoltas em papel finíssimo e um grande laço! Adorei!








     Nota: Fica aqui um recado para as Mães de petizes: vejam no Blog Coelhinho Pompom as roupinhas que por ali se fazem! Lindaaaaas! E vou segredar a parte interessante: o preço é mesmo muito convidativo...


     Das mãos da Miú Segunda, saíram estas lindas aguarelas de "Crianças Felizes". Especialmente feitas para mim. Envoltas num papel decorado com estrelas, com um laçarote condizente...


 



     Diz ela que foi buscar a inspiração  "aos óleos e acrílicos lindíssimos da Lucelle Raad "...  Como a querer justificar o talento que nela é inato!
      Pode ver aqui o "modus faciendi",








    E agora digam-me lá, se nesta coisa dos afetos eu não sou agraciada pela vida?

    Um beijinho especial para as Miús!

     Um abraço para todos vocês!





domingo, 19 de abril de 2015

Com o perfume das frésias...

     Olá!

     Com as horas de sol a aumentar e  temperaturas amenas, foi dia de dar as boas vindas à Primavera. Nesta época em que as varandas e jardins se transformam nos espaços centrais das casas, é altura de fazer as refeições no exterior. No campo há sempre muito verde, e  as frésias acabadas de apanhar continuam a colorir as minhas mesas! Com o seu perfume inconfundível, são o meu orgulho nestas andanças pela jardinagem.

    Hoje foi assim...









          Quando ontem umas amigas me ligaram a dizer que hoje iam passar por aqui, não hesitei em colocar a mesa no exterior e apanhar um molho de frésias. Tonalidades rosa e azul para uma mesa recheada de conversa afiada... no feminino!






     Esta é a época em que tiramos maior proveito do campo. Com frutos, legumes e flores sempre frescas, tudo é  pretexto para andar fora de casa...






          Detalhes...







      Depois do almoço, e se a tarde for soalheira, ainda haverá tempo para um repouso bem silencioso, no meio da natureza que brilha por si só!









     Desejo a todos vós um bom Domingo!

     Manuela